terça-feira, 3 de novembro de 2009

Chamaram Verequete!

O galo cantou
Me deu alegria
O galo cantou
É sinal que vem o dia

O galo cantou
No romper da aurora
O galo cantou
E o Verequete vai embora!


(Mestre Verequete)


Salve Mestre! Vá com Deus!

Luto: em 03.11.09

Abraços do Quaderna...

3 comentários:

RUTE disse...

A cultura paraense perde um dos seus ícones de grande importância.


Rute

Lene disse...

É através de sons e batuques, ouvidos ao longe daquelas rodas de carimbó da nossa Belém de sons e cheiros, que ecoa um bem ritmado "Chama Verequete, OOOHHH!!!!" e algo como por encanto nos enche de alegria, nos faz vibrar de energia e impulsiona-nos a cantar, a dançar noite a fora...Prazer...Alegria...Magia...É tudo isso.É uma verdadeira miscelânea de coisas que Tu nos profoca...Sim nos provoca, uso o verbo no presente, pois tua poesia cabloca e simples, sempre viverá em nós Paraenses.

CHAMA(SEMPRE O)VEREQUETE!

pS:Allan,vai desculpando aí o desabafo.

Mosquera

Quaderna disse...

Galera! Que bacana!!!

Boas palavras pro grande mestre da coluna! Sempre fui fã dele e pude ver que, embora muitos descuidos, ele ainda viveu belas homenagens. Ótimo ver que vcs tb sentem esse Verequete batendo aí dentro!

Valeu galera! Bjs! Salve o Mestre!
Allan